Encontre rapidamente o que procura:


  usando o Googl

This free script provided by JavaScript Kit

Analgésicos

Página Principal Doenças Medicamentos Dependências Lazer Cuidados Corporais Cuidados Alimentares Primeiros Socorros Vida e Saúde Medic Alternativos

 



Voltar

Ácido acetilsalicílico (Aspirina)
Paracetamol
Ibuprofeno

Naproxeno

Analgésicos tópicos

Ácido Acetilsalicílico (Aspirina)

Topo

O que é

É um  analgésico, antipirético e anti-inflamatório. Actua, portanto, na dor, febre e inflamação. É também um antiagregante plaquetar em baixas doses pelo que é usado para prevenir Tromboembolias.

Para que serve

É usado no tratamento da dor, febre, inflamações, artrite reumatoide, prevenção de tromboembolias, etc.

Como tomar

Deve-se tomar depois das refeições com bastante água ou leite para minimizar os efeitos gástricos.

As formulações efervescentes são as mais eficazes, mas as mais utilizadas são em comprimidos. Os supositórios são os menos eficazes.

A dose para adultos e crianças com mais de 11 anos, para combater a dor e febre, varia desde 325mg até 650mg de 4/4horas. Como anti-inflamatório a dose é o dobro.

Não deve tomar

Não deve tomar se tiver problemas gastrointestinais (Gastrite, Úlcera) porque pode agravar. Doentes renais ou hepáticos devem tomar com precaução, pois, o medicamento é mais lentamente eliminado. Doentes hemofílicos, com deficiência em vitamina K ou a tomar anticoagulantes não devem tomar devido ao risco de hemorragia. Pode desencadear uma crise em doentes asmáticos. Em baixas doses pode agravar uma crise de gota. Está contra-indicado em crianças, principalmente se estiverem com varicela ou gripe, por poderem desencadear o síndroma de Reye.

Efeitos indesejáveis

Zumbidos, náuseas, dores de estômago, vómitos, diarreia.

Interacções com outros medicamentos

Com álcool e anticoagulantes aumenta o risco de hemorragias. Pode aumentar a toxicidade de penicilinas, hidatoínas, antidiabéticos (sulfunilureias).

 

Ibuprofeno

Topo

O que é 

É um analgésico, antipirético e anti-inflamatório.

Para que serve

É usado no tratamento da febre, dor moderada (dismenorreia - dor menstrual, cefaleia - dor de cabeça, dor pós-operatória), doenças reumáticas, mialgias - dores musculares, entorses e traumatismos. É particularmente eficaz no alívio da dor de dentes, principalmente após uma extracção dentária em que há risco de hemorragia.

Como tomar

Como analgésico e antipirético, em adultos, deve ser usado em doses de 200mg de 4/4 horas ou 6/6 horas depois das refeições. Como anti-inflamatório a dose é de 400mg - 600mg de 6/6 horas. Em crianças a dose é dependente do peso, sendo 5mg-10mg/kg por dia em dose repartidas, para o tratamento da febre e de 20mg/kg por dia, como anti-inflamatório.

Não deve tomar

Está contra-indicado em doentes asmáticos, urticária ou com hipersensibilidade à aspirina. Também os doentes com problemas gástricos (Úlcera péptica, ou hemorragia gástrica) não devem tomar, embora os efeitos gástricos sejam inferiores à aspirina. Doentes renais devem tomar com cuidado devido ao risco de toxicidade.

Efeitos indesejáveis

Em doses elevadas poderão surgir suores, sonolência, dor abdominal, náuseas, vómitos, zumbidos. Por vezes verifica-se alteração da cor da urina. Em doentes hipertensos poderá aumentar a tensão.

 

Paracetamol

Topo

O que é

É um analgésico antipirético sem qualquer acção anti-inflamatória. Tem a vantagem de não afectar a coagulação sanguínea e não apresenta efeitos gastrointestinais.

Para que serve

Está indicado no tratamento da dor moderada e ligeira como dor de cabeça, sintomas da gripe, constipações e sinusite. Assim como no tratamento da febre. No tratamento da dismenorreia (dor menstrual) tem a vantagem  de não afectar o fluxo menstrual.

Como tomar

 Crianças com mais de 11 anos e adultos devem tomar uma dose que varia desde 325mg a 1g de 4/4 horas ou 6/6horas. Em pediatria a dose varia desde 40mg a 480mg de 4/4 horas ou 6/6 horas consoante a idade.

Não deve tomar

Se tiver problemas hepáticos o paracetamol deve ser tomado com cuidado. Assim como no caso de haver deficiência renal a dose deverá ser reduzida para evitar risco de toxicidade.

Efeitos indesejáveis

São pouco comuns. No entanto em doses muito elevadas poderá verificar-se hepatotoxicidade, sendo este efeito agravado pelo álcool. Os sintomas são vómitos, náuseas, dores de estômago e icterícia (cor amarelada da pele).

Interacções com outros medicamentos

O álcool poderá aumentar a toxicidade. Barbitúricos (sedativos), contraceptivos orais poderão aumentar a toxicidade. O efeito farmacológico poderá ser reduzido  com colestiramina (usada do tratamento do colesterol) e carvão activado (antiflatulento).

 

Naproxeno

Topo

O que é 

É o mais recente analgésico, antipirético e anti-inflamatório de venda livre.

Para que serve

É usado no tratamento de dores musculares, reumáticas, cefaleias, dores de dentes e dores menstruais. Também pode ser usado para o tratamento da febre, embora não seja a principal indicação.

Como tomar

Está indicado apenas para adultos ou crianças a partir dos 12 anos. Para estes a dose é de 200mg de 12 em 12 horas depois das refeições. Em certos casos e só para adultos a dose poderá ser de 400mg nas primeiras tomas.

Não deve tomar

Está contra-indicado em doentes com doenças alérgicas(asma, urticária, etc.) ou com hipersensibilidade à aspirina, por poder haver sensibilidade cruzada. Também os doentes com problemas gástricos (Úlcera péptica, ou hemorragia gástrica) não devem tomar. Insuficientes cardíacos, renais, hepáticos ou com hipertensão deverão tomar com precaução. É contra-indicado na gravidez e em crianças com menos de 12 anos.

Efeitos indesejáveis

Poderão surgir náuseas, indigestão, vómitos, azia e dores de estômago em pessoas sensíveis. Em casos raros poderão originar sonolência e tonturas. Os efeitos secundários de excitação, perturbações do sono, perturbações visuais, diarreia ou prisão de ventre, zumbidos e alergia são muito raros.

Interacções

A associação do álcool poderá originar  hemorragias gástricas. Pode potenciar o efeito dos anticoagulantes.

 

Analgésicos Tópicos

Topo

 

Metoxissalicilato de etilo + Salicilato de fenilpropilo, solução cutânea

Aplicar 4 a 6x/dia

Ácido salicílico + Mentol + Nicotinato de benzilo, creme ou pomada

Aplicar 2 a 4x/dia com massagem

Benzidamina, gele

Aplicar 2 a 3x/dia

Bufexamac, pomada

Aplicar 2x/dia

Capsaícina, emplastro

1 emplastro/dia

Cetoprofeno, gele

Aplicar 2 a 3x/dia

Diclofenac, gele

Aplicar 2 a 3x/dia

Nicoboxil + Nonivamida, pomada

Aplicar 1x/dia

Salicilato de dietilamina, creme

Aplicar 1 a 3x/dia com massagem

Salicilato de dietilamina + Mirtecaína, creme

Aplicar 4x/dia

Salicilato de glicol + Mentol, creme

Aplicar várias vezea ao dia

Salicilato de metilo + Mentol + Guaiacol, Pomada

Aplicar 2 a 4x/dia

Geles para crioterapia (frio) ou termoterapia (calor)

 

Topo

 

 

 

Doenças Infeciosas Doenças Crónicas Medicamentos Dependências Lazer
Hepatite
Meningite

Próstata 
SIDA
Vacinas
Varicela
Zona
Alergias
Asma
Calendário Polínico
Colesterol

Diabetes

Gota

Hipertensão

Osteoporose
Analgésicos
Antigripais
Cansaço

Vitaminas
Álcool
Drogas
Tabaco
Sol/Protectores
Viagens
Cuidados Corporais Dor e Febre Primeiros Socorros Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Cabelo
Caspa
Celulite
Pele Seca

Piolhos
Dor Dentes
Dor Garganta
Dor Menstrual
Dor Muscular
Febre
Emergências Animais domésticos
Auto-medicação

Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa

Ressonar

Vacinas
Acupunctura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia
Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia
Tisanas
Dermatologia Aparelho Digestivo Aparelho Respiratório Aparelho Genito-urinário Olhos e Ouvidos
Acne
Aftas
Calos
Dermatite
Diarreia

Frieiras
Hematomas
Herpes Labial
Micoses
Queimaduras
Varizes
Azia
Enjoos
Fígado e Vesícula
Flatulência
Hemorróidas
Lombrigas
Obstipação
Congestão Nasal
Constipação
Gripe

Tosse
Candidíase
Herpes Genital
Inf. Urinária
Olhos
Osteoporose
Ouvidos

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última actualização em 16-Mar-2013